Foragido suspeito de falsificar medicamentos está preso em Apuí

Em 2009, homem foi preso pela Polícia Federal, em Dourados (MS), com remédios ilegais provenientes do Paraguai. Entre os itens apreendidos, estimulantes sexuais e comprimidos para disfunção erétil

Manaus – Foragido da Justiça Federal, desde 2016, após ter condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) em um processo por falsificação de medicamentos, o empresário Edmilson José da Silva Hoffmann, 32, foi preso, na noite de sexta-feira (21), em Apuí (a 408 quilômetros de Manaus), no sul do Amazonas. A ação foi resultado de trabalho da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e o mandado foi cumprido pela Polícia Civil e Polícia Militar do município.

Hoffmann estava morando na cidade amazonense e tinha uma farmácia na Avenida Transamazônica, centro de Apuí, onde dava expediente todos os dias. Em 2009, ele foi preso pela Polícia Federal, em Dourados (MS), com remédios ilegais provenientes do Paraguai. Entre os itens apreendidos, estimulantes sexuais e comprimidos para disfunção erétil.

Hoffman já tinha sido preso outras vezes. Em Cerejeiras, Rondônia, ele também foi condenado pela Justiça estadual pelos crimes de latrocínio e porte ilegal de arma de fogo. “Ele foi preso em flagrante pela Polícia Federal e a condenação confirmada pelo TRF-3 é pelo crime de falsificação, corrupção, adulteração, ou alteração de produto destinado para fins terapêuticos ou medicinais”, ressaltou o diretor de inteligência da Seai, delegado Denis Pinho.

As investigações terão continuidade a fim de verificar se havia alguma irregularidade na drogaria. “A polícia vai dar continuidade às investigações para verificar se há algum ilícito na farmácia, uma vez que ele já havia sido preso com remédios ilegais”, disse Pinho.
Portal Juma com informações: d24am.com/
http://d24am.com/amazonas/policia/seai-prende-foragido-da-justica-federal-suspeito-de-falsificar-medicamentos-em-apui/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*